EXERCÍCIO PARA ASSEPSIA MENTAL E DESCONEXÃO DO MEDO

Neste exercício, vamos trabalhar especificamente com a questão do vírus que está deixando muita gente com medo.

É muito simples de fazer e não requer manobras mirabolantes. Vamos precisar de alguns minutos e um pouquinho de imaginação (imagem em ação).

Se você estiver com medo e se controlando para não entrar em pânico, certamente sentirá um alívio, quase que imediato, durante o exercício. E quanto mais pessoas fizerem, maior será o efeito. Se você sentir de compartilhar com alguém, fique à vontade.

Vamos lá:

Leia as perguntas abaixo, reflita um pouco em cada uma delas e sem a interferência de sua mente racional, permita que seus sentimentos aflorem:

Qual será a sua reação quando a mídia começar a veicular notícias de que o vírus foi totalmente controlado?

Que reação terá ao ler ou ouvir a notícia de que encontraram uma solução para conter o vírus e que muitas pessoas no mundo já estão se recuperando rapidamente?

Como você se sentiria ao saber que o número de mortes pelo vírus estão reduzindo de maneira muito rápida?

Que reação terá ao saber que as pessoas infectadas aqui no Brasil estão se recuperando e recebendo alta dos hospitais?

Como você se sentirá quando divulgarem que já podemos sair de nossos lares e circularmos livremente nas ruas, sem o risco de qualquer contaminação?

Como você se sentiria ao saber que o vírus foi extinto e que agora podemos viajar para qualquer lugar do mundo de forma despreocupada, abraçar e beijar as pessoas como sempre fizemos?

Muito bem!

Se você sentiu algum alívio só em ler essas perguntas, você já atingiu 70% do objetivo do exercício, pois nós conseguimos levar nossas mentes para o futuro e sentirmos que a situação já foi resolvida. Para alguns, a percepção desse alívio pode ter sido tão grande e confortador que puderam até sentir gratidão por si, pelos familiares e amigos que não foram afetados, ou simplesmente por terem conseguido suportar tamanho desafio. Se isso aconteceu com você, comente aqui. Ficarei feliz em saber 🙂

Se a maioria conseguir sentir, (e confesso que esse é o meu desejo), isto indica que estamos no caminho certo. Essa foi a primeira parte do exercício.

A segunda parte é usarmos nossa intenção juntamente com a imaginação e acreditar que nós já estamos vivendo a realidade que acabamos de acessar e sentir, como se já estivesse acontecendo hoje, agora, nesse momento.

Se permanecermos com esses sentimentos, estaremos usando a lei da atração a nosso favor. Isso é cocriação consciente.

Em momento algum focamos no medo, no problema, nem entramos em nenhuma batalha. Apenas focamos na solução. E já foi comprovado que tudo o que focamos cresce, expande.

Viram como é simples? Simples e muito poderoso esse exercício. Não subestime o poder que existe dentro de você. Não permita que o medo ou a dúvida tire esse poder e enfraqueça você.

Já que, voluntariamente, e para o bem maior de todos ficaremos mais tempo em nossas casas, podemos reservar alguns minutos e utilizar o poder da imaginação junto aos nossos sentimentos. Essa é uma das formas mais eficientes de oração/prece/mentalização que existe. Não quero com isso desmerecer os outros métodos, pois todos tem o seu valor.

Não tenho dúvidas de que em poucos dias/semanas começaremos a receber notícias agradáveis e uma nova realidade será criada a nossa volta.

RESUMINDO O EXERCÍCIO:

1 – pensar/imaginar como nós reagiríamos ao receber a notícia de que o vírus foi contido;

2 – deixar o sentimento de alívio e bem-estar fluir em nós como se já estivesse acontecendo no momento presente (no aqui agora);

3 – Acreditar, crer piamente/verdadeiramente que já estamos vivendo essa realidade que acabamos de imaginar/acessar;

4 – permanecer nessa vibração a maior parte do tempo, sem ansiedade, sem medo e seguindo nossas vidas conectados com as boas notícias, com os pensamentos do BEM.

Para fortalecer ainda mais esse exercício podemos, a partir de agora, ignorar algumas mensagens e notícias que desequilibram o nosso mundo interior, que nos causam medo, pânico e sofrimento mental. Contudo, não fiquem desinformados, alienados, desligados totalmente do mundo. Escolham mídias sérias e que repassem as notícias sem sensacionalismo. Aprenda a neutralizar o impacto de cada notícia em seu sistema emocional.

Vamos nos conectar com o sentimento e a sensação de que tudo já está resolvido. Vamos agir como se não houvesse o vírus e vivermos em paz em nossos lares, com nossos familiares adotando hábitos saudáveis de higiene.

E repito, fazendo esse exercício estamos cocriando uma nova realidade, e certamente em pouquíssimo tempo iremos receber ótimas notícias e ter o prazer de vivenciar o que cocriamos.

Loucura tudo isso, NÃO! Como disse Albert Einstein: A imaginação é mais importante que o conhecimento.

O vírus existe, SIM. O potencial de sermos contaminados por ele existe, SIM, e não estamos negando e nem negligenciando isso. Contudo, o BEM também existe e o nosso potencial de eliminarmos esse vírus é muito elevado.

Infelizmente, nós, conscientes ou não, cocriamos esse problema (por conta do nosso egoísmo, ganância, desrespeito com o próximo, com os animais e principalmente com a natureza). Agora precisamos reverter essa situação cocriando algo melhor, conscientes, conectados com o BEM, aprendendo a respeitar e sermos gratos por tudo o que está a nossa volta.

Acredite em você e no seu potencial. Você que leu esse texto até aqui está sendo chamado para cocriar algo melhor para o mundo. Não tenha medo de usar o seu poder. É hora de despertá-lo. Vamos juntos, essa é nossa oportunidade de melhorar nosso mundo interior e exterior.

Acredite no AMOR.

O AMOR vence qualquer desafio, qualquer medo.

Aho!

enfrentando #coronavirus #pandemiacoronavirus #coronavirus #covid_19

Autocontrole é o que te manterá vivo em momentos desafiadores.

Olá querido leitor visitante deste blog.

O mundo está passando por uma situação bem desafiadora. Tudo o que acontece fora de nós pode impactar profundamente nosso mundo interior.

O contrário também é verdade. Se mantivermos a calma, a tranquilidade para suportar a pressão do medo e a insegurança que quer nos engolir, iremos impactar positivamente o mundo.

Precisamos aprender, sem demora, a lidar com a nossa mente e as emoções que se originam ao ouvirmos e lermos as notícias que estão circulando por aí.

Estou escrevendo isso, principalmente, para auxiliar pessoas que não estão sendo afetadas fisicamente com o vírus (coronavirus)covid-19, mas que estão entrando numa paranóia e histeria prejudicando a si e algumas pessoas que estão a sua volta.

Se você está em sua casa agora e não está se sentindo seguro, pensa que seus familiares e filhos correm perigo, eu quero que você se desligue de tudo, das notícias, da televisão, do que estão dizendo a respeito dessa pandemia. Isso mesmo, desconecte-se um pouco de tudo isso, do que sua mente está apresentando pra você através de seus pensamentos.

Feito isso, sinta sua respiração. Leve a mão ao coração. Apenas sinta as batidas, sinta a energia que circula em você, que te mantém de pé, que faz você ouvir, enxergar, ler, andar, sorrir. Isso é o que importa agora.

Se quiser, pare de ler um pouquinho e permita-se sentir isso por mais tempo. Perceba que, se você se desconectar dos problemas do mundo, você acessará outro mundo, o seu mundo interior.

Consegue sentir como está o seu mundo? Tem amor ou tem medo aí? Se tiver medo coloque coragem e mais amor. Saiba que ninguém pode ajustar o seu mundo interior se você não não se permitir. Só você tem a chave para abrir o local onde reside suas emoções libertá-las. E mais, esse local é trancado por dentro e só você conseguirá abrir.

Se você parou um pouco para entrar em si e não encontrou esse ambiente acolhedor, do que você mais sentiu falta? Falta algo, alguém? Se for alguém, posso afirmar que esse alguém é você mesmo, primeiramente.

O que essa pessoa que é você mesma precisa? Consegue proporcionar um pouco de conforto pra si?

Seja muito bem vindo ao seu universo interior. Faça dele o melhor lugar pra você morar. Parece brincadeira mas não é, pois enquanto as coisas não se ajustarem aqui fora, seu lar interno deve ficar sempre limpo e arrumado. Assim será mais fácil você passar pelo drama que estamos vivendo hoje.

Como o título desse post é autocontrole, não quero fugir desse tema. Contudo, é sempre importante escrever um pouco sobre o nosso mundo interior porque é nele que armazenamos nossas emoções.

Então, para termos autocontrole precisamos filtrar o que ouvimos, vemos e pensamos e não entrar no drama. Sermos neutros, na medida do possível, também ajudará.

Atualmente as notícias, obviamente, não são muito agradáveis e nem animadoras. O que fazer então? Devemos ignorar a realidade, fingir que nada está acontecendo lá fora? Nao, absolutamente que não.

Lembra da chave do seu ambiente interno que mencionamos anteriormente? Pois bem, é você quem vai abrir ou não a porta do seu mundo interno às boas e às más notícias conforme a sua permissão. Por exemplo:

Se a notícia que está lendo, ouvindo ou assistindo é boa, agradável e que certamente lhe acrescentará algo de bom, eu nem preciso pedir para escancarar esta porta, não é mesmo?

E se for aquela notícia que te congela, assusta, dá medo? Veja, o seu próprio corpo lhe dará sinais e é você quem continuará permitindo, (abrindo ou fechando a porta), para essa informação .

Gostaria que entendessem que tudo acontece em nossas mentes primeiro. Nem sempre o que você está sentindo manifestará fisicamente. E em se tratando disso, há o que conhecemos como doenças psicossomáticas, onde o problema está se passando somente em sua mente mas o seu corpo está desenvolvendo os sintomas da doença como se fossem reais.

Por isso é que devemos ter muita cautela e discernimento para filtrar o que entra em nossos ouvidos.

Para finalizar, convido você a reservar uns minutos por dia para fazer uma limpeza na mente. Vais perceber que em pouco tempo você terá maior controle de si, de suas emoções.

Isso pode ser feito de diversas formas, faça do seu jeito. Permita-se ser você mesmo.

Se caso precisar de um suporte nessa jornada, pode contar comigo. Terei muito prazer em ajudá-lo.

Faça a sua luz interna brilhar e iluminar o seu caminho.

Aho! /|\

Reciclagem mental

Sabe aqueles pensamentos indesejados que chegam e tiram nossa paz repentinamente?

Aquela sensação incômoda que não deixa a mente relaxar?

As preocupações diárias estão sugando sua energia vital?

Se sim, então está na hora de fazer algo por você mesma.

Infelizmente, pra quem vive em grandes centros urbanos é necessário investir em métodos de limpeza energética.

Há varias coisas que você pode fazer para se livrar dos pensamentos e energias que nos perturbam, eis aqui algumas dicas:

– Aprender a relaxar a mente através de técnicas de meditação;

– Criar o hábito de fazer breves caminhadas;

– Buscar se desligar dos problemas temporariamente e fazer algo que você gosta (o que gera prazer);

Dançar. A dança tem o poder de sacudir as energias negativas que ficam coladas em nós. Duvida? Observe os dançarinos ou pessoas que fazem dança de salão ou as que estão sempre em movimento. Dificilmente as encontrará tristes;

– Fazer breves viagens também ajudam a lidar melhor com o estresse e se desligar um pouco das preocupações;

– Recitar salmos ou mantras. Uma técnica muito antiga e poderosa que desvia a nossa mente dos problemas e nos leva para outros estados alinhados com a segurança, confiança, superação, alegria, determinação, força, coragem e muitos outros. Por esta prática ser tão simples, você poderá se surpreender com os resultados.

Exitem outras opções que você pode utilizar para liberar as energias acumuladas na mente. Em alguns casos, banhos de ervas específicas podem realizar uma verdadeira faxina energética. Se você tiver algum problema em utilizar ervas procure então tomar um banho de mar ou banho de cachoeira. O efeito de limpeza energética será o mesmo. A opção pelas ervas é pela facilidade e praticidade, pois nem todos tem condições de ir em uma cachoeira ou no mar com frequência.

Tudo acontece em nossa cabeça/mente primeiro e é através dela, escolhendo sempre o que nos faz bem que manteremos o nosso equilíbrio.

Se com essas dicas você, ainda, sentir que precisa de auxílio profissional para iniciar sua jornada rumo ao bem-estar e equilíbrio, vá em busca. Tenho certeza que encontrará pessoas que poderão ajuda-la nisso.

Desejo que estas dicas possam dar um início em sua transformação interior e que se sinta cada vez melhor.

Seja feliz aqui agora!

Dill Rhodrigues

Problemas de relacionamentos amorosos

Sabia que grande parte das pessoas tem problemas de relacionamentos?

Sabia que não há relacionamento perfeito, casal perfeito, parceiro perfeito, namorado ou namorada perfeitos?

Precisamos sair dessa ilusão de que tudo em um relacionamento deve ser perfeito.

Se você compartilha desse pensamento, leia esse post até o fim. E fique à vontade para comentar ao final. Não sou dono da verdade e nem pretendo ser. Esse é apenas um ponto de vista, como observador.

Pois bem, infelizmente muitas pessoas deixam de encontrar a felicidade num relacionamento porque não se permitem enfrentar suas questões internas.

A maioria dos relacionamentos atuais são baseados em trocas materiais, benefícios sexuais, status e medo de ficar sozinho ou sozinha. São relacionamentos que podem deixar de existir a qualquer momento.

São relacionamentos “amorosos” sem profundidade, sem envolvimento emocional.

Precisamos entender que carregamos em nós muitas questões que envolvem medos, carências, ciúmes e muitos sentimentos a serem ajustados, e só nós podemos fazer isso. Não é responsabilidade do seu parceiro ou parceira resolver as questões que só você conseguirá ajustar com ou sem ajuda. A frase “cada um com seus problemas” se encaixa perfeitamente num relacionamento sadio. Isso não quer dizer que você não possa ajudar, quando puder (mais ouvindo do que opinando). Muitas vezes querer ajudar pode atrapalhar.

Para termos um relacionamento saudável precisamos amadurecer.

Se você se relaciona com alguém atualmente é importante notar qual é o papel dessa pessoa em sua vida.

Qual é o papel que você deu pra ele ou pra ela? Vou exemplificar:

Tem homens que por terem tido problemas com suas mães, carência afetiva principalmente, buscam mulheres que dêem a eles o que suas mães não lhes deram.

Há mulheres que por falta de contato com o pai, buscam homens que desempenhem esse papel.

Essa troca de papéis em algum momento se tornará um problema, principalmente na área sexual.

Então, é importante fazer uma análise de como anda o seu relacionamento. Qual o seu papel nele? O diálogo é fundamental. Relacionamento sem diálogo é um monólogo, não é relacionamento.

Uma conversa baseada no respeito, sem medos, sem acusações, sem neuras de ambas as partes pode solucionar muita coisa.

Você é a pessoa mais importante pra você mesma primeiramente. Depois pode ser importante para o outro.

Não perca sua energia, seu tempo, seu carinho, sua dedicação, seu amor com uma pessoa que não lhe respeita, não te trata bem, que não gosta de você.

Crie coragem para ser quem você é profundamente. Não perca seu precioso tempo num relacionamento que só te causa dor e sofrimento.

Faça um movimento para mudar.

Num relacionamento, seja responsável. Não transfira ou exija responsabilidade que é só sua para o seu parceiro ou parceira.

Faça de tudo para ser feliz.

Sendo você mesmo e deixando que o outro também o seja, certamente atrairá um parceiro/parceira que complementará sua felicidade.

SER VOCÊ:

Dill Rhodrigues

Significa que não agradará a todos, sempre;

Implica em deixar de ser “bonzinho” ou o mais comumente conhecido como “trouxa/otário” que só se ferra;

Significa assumir nossas reais responsabilidades, não pegando pra si o que cabe somente ao outro resolver;

Implica em se impor sempre que a ocasião exigir um posicionamento firme, sem receio de ser taxado como insensível ou ignorante. Se o momento exigir que aja com ignorância, siga em frente desde que esteja agindo com consciência do que está fazendo e assumindo os resultados de suas ações.

Significa respeitar nossos sentimentos e agirmos de acordo com nossas convicções, sem desrespeitar ninguém;

Significa viver assumindo a responsabilidade por tudo o que falamos, fazemos e praticamos.

E isso exige coragem.

Iridologia – a sua saúde através dos olhos

Iridologia
Iridologia

Nossos olhos podem revelar muitos aspectos de nossa saúde física, mental e emocional.

A iridologia é o método que estuda os sinais que aparecem na íris. Tem como objetivo identificar os órgãos que estão fragilizados e sobrecarregados (bombardeados) por toxinas. Geralmente, mas não necessariamente, são os órgãos que o consulente relata algum desconforto.

O exame é realizado em duas sessões: Na 1ª sessão fazemos uma série de perguntas sobre o modo de vida do consulente, queixa principal, tipo de alimentação, se pratica esportes etc. Em seguida é tirada as fotos da íris direita e esquerda para a análise propriamente. Na 2ª sessão com a análise realizada, explico alguns sinais que se apresentaram, entrego um relatório apontando os órgãos que estão mais comprometidos, dou dicas de alimentação com sugestões de dietas, suplementos nutricionais e, em alguns casos, remédios homeopáticos ou florais para complementar o tratamento que será totalmente natural.

Mapa da íris do lado direito
Mapa da íris do lado esquerdo

Numa análise iridológica é possível identificar: os nutrientes que o organismo necessita; órgãos, glândulas e tecidos fracos do organismo; resistência ou debilidade da constituição do indivíduo; qual órgão precisa de reparo e reconstituição; hipoatividade do intestino; assimilação deficiente de nutrientes; sinais de estresses e outros.

A iridologia não substitui e nem dispensa em nenhum momento o auxílio médico, pois ela é apenas um recurso complementar de prevenção, que por meio de sua metodologia, consegue apontar o que nosso organismo necessita para se manter saudável.

Tem alguma dúvida? Comente nesse post. Terei o maior prazer em ser útil.

Dill Rhodrigues

Terapia para pessoas que não querem ser normais.

A cada dia que passa surgem mais estudos e técnicas terapêuticas para auxiliar a humanidade a lidar com os seus problemas. Problemas que afetam nossas vidas nos relacionamentos, no trabalho, na família etc.

Pois bem, esse pequeno post é para dizer que terapias servem para auxiliar, ajudar, complementar um tratamento de saúde, seja ele qual for. A palavra terapia, a grosso modo, significa cuidar. Um terapeuta tem a função de cuidar de seu cliente/paciente. E para isso deve gostar do que faz e principalmente de lidar com pessoas.

Hoje vou escrever um pouquinho a respeito do método terapêutico conhecido como Psicoterapia.

A psicoterapia é uma ferramenta incrível de autoconhecimento, que pode ajudá-lo a se compreender melhor. Ela faz parte da área da psicologia, mas não exclusiva de atuação por psicólogos. Há bons terapeutas e psicólogos que se utilizam desse recurso para auxiliarem seus clientes.

Importante dizer que uma pessoa que busca auxílio de um psicólogo ou psicoterapeuta, não necessariamente deve ter problemas de ordem psicológica. Isso não é verdade! Muitas pessoas podem fazer psicoterapia. Aliás, se soubessem os seus benefícios certamente não deixariam de fazer.

Infelizmente muita gente deixa de buscar ajuda porque “acham” que quem procura esse tipo de serviço são pessoas com problemas mentais.

Alguns dizem: “não estou louco” ou “isso é coisa pra quem tem problema de cabeça“.

Mal sabem que todos nós precisamos, pelo menos, dar uma pausa para nós mesmos. Se você já consegue fazer isso sozinho, ótimo, muito bom, continue! Senão consegue, não tenha receio, deixe o orgulho de lado e procure ajuda. No mundo caótico em que vivemos, é necessário encontrarmos meios de manter a serenidade para não entramos nas loucuras e neuroses dos outros.

A psicoterapia oferece a oportunidade de você se analisar, de reservar um tempo só pra você, de se ouvir, de ser ouvida.

Psicologia, psicoterapia ou outros tipos de terapias que oferecem suporte psicológicos não lhe farão mal e nem atestarão se você é ou não é um maluco ou maluca. Isso não é função do psicoterapeuta e sim de um médico.

As sessões de psicoterapia te ajudam a retomar o seu poder interior, de ser você mesma, quando começa a ter consciência de que estava representando um papel, se comportando de forma desrespeitosa consigo mesma, não sendo você, não se amando e não dando a si o seu devido valor.

Então, se você deseja sair da normalidade, do ordinário, experimente ousar, ir além em busca de autoconhecimento. Procure um terapeuta de sua confiança. Com certeza te fará muito bem.

Espero ter ajudado.

Fique na paz!